O que é API: Tudo o que você precisa saber

O que é API Tudo o que você precisa saber

Você sabe o que é API?

API significa Interface de Programação de Aplicação e é um conjunto de padrões e regras pré-estabelecidas para criar plataformas a partir de alguns aplicativos, mas sem a necessidade de instalá-los.

A API tem esse nome do inglês, Application Programming Interface. A partir dela, desenvolvedores conseguem criar diversos programas, plataformas ou outros serviços a partir de outros.

Neste post, vamos mergulhar a fundo no que é API, para que serve, quais os tipos existem e muito mais.

Continue lendo e descubra!

O que é API e para que serve?

Uma API é uma interface que permite desenvolvedores criarem novos programas e plataformas de um serviço terceiro. Assim, o desenvolvedor não precisa entender como implementar o programa inteiro, apenas as requisições que pretende usar.

As APIs são amplamente utilizadas nos aplicativos e sites que usamos todos os dias, mesmo que não saibamos.

Um exemplo é quando compartilhamos um tuíte em outra rede social. Nesse caso, a rede de destino usa uma API do Twitter para requisitar o conteúdo do tuíte e replicá-lo na sua plataforma.

No geral, APIs são uma série de rotinas e padrões que desenvolvedores podem usar para construir novas aplicações e funcionalidades. Casos também muito comuns, populares na chamada Web 2.0, é o dos plugins

Para ilustrar o que é uma API, imagine que um software X possua mil recursos. Cada recurso, é um tipo de programa ou função que ele pode executar.

Para se comunicar com outros programas, o software X possui uma série de regras e caminhos para chamar cada um desses recursos. Essas regras são padrões de requisição e resposta, que precisam ser seguidos para um programa externo se comunicar com os internos.

Assim, seguindo essas regras, é possível fazer chamadas ao software X, colher o resultado dos seus programas e não é preciso instalá-lo na máquina do usuário final.

Do ponto de vista dos usuários, a API serve para que utilizem um software ou plataforma consultando e reescrevendo dados de sistemas externos, sem precisar instalá-los ou acessá-los diretamente.

O objetivo das APIs é tornar o desenvolvimento de programas e aplicativos mais simples. Através delas, desenvolvedores podem abstrair elementos de um software para entender e usar apenas o que é necessário na implementação do programa que quer criar.

Ou seja, se um desenvolvedor quer criar uma plataforma sobre um ou mais programas, não precisa aprender e entender todos esses programas. Pode apenas aplicar a parte que interessa, acelerando e otimizando a implementação do novo programa.

Por fim, as APIs também servem para adicionar funcionalidades e criar plataformas mais elaboradas do que o programa original. Um dos exemplos é a WhatsApp Business API, oferecida pela WATI, da qual vou falar mais adiante.

Continue lendo para saber quais são os tipos de API!

Quais são os tipos de API?

Agora que você já sabe o que são APIs, é importante saber que nem todas elas são iguais.

Por mais que funcionem segundo uma estrutura semelhante, as APIs se diferenciam em função das suas políticas de uso ou casos de uso.

 

Veja abaixo as principais delas.

APIs por Políticas de Uso

Podemos distinguir 4 tipos de API em função da sua política de uso.

 

  • APIs públicas ou abertas. Estas APIs estão disponíveis para serem usadas por desenvolvedores terceiros com restrições mínimas ou menos sem qualquer restrição.

  • APIs privadas ou internas. São de conhecimento apenas de uma organização, para ser usada no desenvolvimento de programas internos à companhia.

  • APIs de parceiros de negócios. São criadas a partir de um acordo comercial entre duas ou mais empresas, sendo necessária uma autorização especial para ser usada.

  • APIs compostas. Conectam mais de um sistema, permitindo que os desenvolvedores acessem vários serviços ou pontos finais através dessa interface.

APIs por Casos de Uso

Em termos de casos de uso, também distinguimos 4 tipos de APIs:

 

  • API de dados. Esse tipo de API é o mais básico e fornece aos provedores uma acesso a um banco de dados com quatro permissões básicas: CRUD (Create, Read, Update, Delete), ou “criar, ler, atualizar e apagar”.

  • APIs de sistemas operacionais. Todo sistema operacional (como Windows e Linux) possuem APIs para definir como os aplicativos utilizam seus recursos.

  • APIs remotas. Este é o tipo de API que determina como um aplicativo interage com um sistema fora do dispositivo do usuários, por isso o seu nome. Através dessa interface e de diferentes protocolos, aplicações podem se ligar uma com a outra remotamente.

  • APIs web. Essas APIs ligam dispositivos e sistemas baseados na web em uma arquitetura cliente-servidor. É o tipo mais comum de API usada atualmente.

As Vantagens da API

Pensando tanto pelo ponto de vista do desenvolvedor como do usuário final, as APIs possuem uma série de vantagens. Veja abaixo algumas delas:

  • Flexibilidade.

  • Persoanlização.

  • Aplicabilidade.

  • Alcance.

  • Eficiência.

  • Adaptação.

 

Continue lendo para saber sobre os casos de usos mais comuns das APIs!

Quais as APIs mais utilizadas?

Sem que você perceba, utiliza várias APIs ao longo do seu dia-a-dia. Uma delas é o exemplo que mencionei acima, o do Twitter.

Outras APIs parecidas também são usadas frequentemente, como as do Instagram, Facebook e TikTok. Toda vez que você compartilha o conteúdo de uma rede social em outra, você faz o uso de uma API para que ambos os sistemas se comuniquem.

Um outro caso comum acontece quando você faz compras online. Na finalização do pedido, você usa uma API do sistema de pagamentos para fazer a ponte entre o e-commerce e a provedora (e com seu banco provavelmente).

Um outro tipo de API que você provavelmente já ouviu falar é o Open Banking. Esse tipo de API é utilizada no mercado financeiro. A solução é simples, funcionando como uma base de dados padronizada e centralizada com dados de clientes.

Estes dados estariam à disposição de todos os bancos, que também contribuem com essa base com dados de seus próprios clientes. O objetivo do Open Banking é simplificar ações como portabilidade de conta, por exemplo.

Uma API muito popular é a do Google Maps. Muitos websites hoje em dia usam esse serviço para implementar um pequeno mapa em algumas de suas páginas, com link direto para o serviço do Google.

 

Isso facilita muito a vida dos desenvolvedores web, uma vez que o mapa já vem com todas as informações essenciais para ajudar na navegação do usuário.

Como usar uma API?

Para usar uma API, você precisa ser um programador ou desenvolvedor. Programas que oferecem uma API criam uma documentação para ser estudada por quem quiser construir programas por cima do seu software.

Geralmente, quando uma empresa ou equipe disponibiliza uma API para seu software ou sistema, é porque eles desejam aumentar as funcionalidades do mesmo.

Através da API, desenvolvedores terceiros (que não precisam ter nada a ver com a equipe original) podem estudar a documentação e implementá-la em um software próprio.

Assim, ambos os lados ganham. Os desenvolvedores do software original aumentaram a funcionalidade do seu programa e os novos puderam criar uma plataforma completa mais rapidamente.

Para usar uma API, você e seu time de desenvolvedores precisam estudar a documentação para entender as rotinas e padrões colocados à disposição pela equipe do software original.

 

Em seguida, podem usar essas informações para implementar os programas e recursos do sistema original da maneira como acharem melhor na sua nova plataforma.

A WhatsApp Business API

tabela sobre a whatsapp business api

Sem dúvidas, APIs são recursos incríveis para ampliar o escopo de uso de várias aplicações. Com o WhatsApp, isso não é diferente.

O WhatsApp Business API é uma interface que permite que sua empresa use o aplicativo de mensagens instantâneas favorito dos brasileiros de mil e uma outras formas.

Assim, você pode impulsionar o crescimento da sua empresa com vários recursos sofisticados, feitos sob medida para melhorarem o relacionamento e a experiência dos seus clientes.

No fim, com a WhatsApp Business API, você pode fazer muito mais do que com uma simples conta de WhatsApp Business.

A WATI é uma provedora oficial da API para WhatsApp Business. Como explicado acima, esta API cria uma ligação entre a plataforma da WATI e o serviço do WhatsApp comercial, que você provavelmente usa na sua empresa.

Com a nossa plataforma e o acesso à API, é possível fazer muito mais com o seu WhatsApp Business. Por exemplo:

  • Construir chatbots e automatizar conversas

  • Criar uma conta de equipe com acesso para vários atendentes ou vendedores ao mesmo tempo

  • Criar um painel de controle com métricas e dados necessários para otimizar seus canais de atendimento

  • Enviar mensagens em massa para seus clientes

  • Ter uma conta verificada (com selo verde) para aumentar a credibilidade da sua empresa

Por essas e muitas outras, você precisa experimentar o WhatsApp Business API na sua empresa! Clique no banner abaixo e comece logo o seu teste gratuito da WATI!

Share This Post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
More To Explore
New call-to-action
New call-to-action